Depois das Ferias

Amateur

Depois das Ferias
Acabado de chegar de viagem, estava a muito tempo sem sexo. A primeira coisa que fiz foi ir visitar minha namorada, quando cheguei na casa dela nem precisei “buzinar” ela reconheceu o barulho da moto e logo saiu ao meu encontro. Foi maravilhoso encontra-la novamente, ninguém falou uma palavra e fomos logo se beijando cheios de tesão. Após uma breve conversa voltei para minha casa já que a família dela estava em sua residência. Quando deu umas 19hrs voltei a casa dela para busca-la, ela estava linda com um vestido branco que ficava perfeito no corpo dela. Nos beijamos e comecei a apalpar o bumbum dela “não resisto a isso”. Saímos para dar uma volta pela cidade, porém eu já a levei direto para um motel. chegando lá entreguei a chave do quarto para ela abrir a porta e quando ela ficou de costas para abrir eu logo encoxei deslizando meu pau duro na banda dela, logo apertei os seios dela e ela fingia não está conseguindo abrir a porta, eu peguei a chave a abri a porta para deixar ela com mas tesão. Entramos no quarto e ela me empurrou em cima da cama e começou me beijar foi descendo no pescoço depois passou para o peito e começou a abrir minha calça me deixando apenas de cueca. Ela beijava meu pênis pela cueca eu já estava ficando louco querendo mas é ela provocando. Enfim tirou meu pau para fora e começou a lamber, beijava passava a língua e por fim chupava. Isso era muito bom “sei que ela não gosta de chupar, mas aquela noite ela estava muito afim” eu levantei da cama e comecei a beijar o pescoço dela a apertar sua bunda, logo minha mão passou para de baixo do vestido e veio a surpresa “Ela estava sem calcinha, isso me encheu de tesão” joguei ela na cama e comecei a passar a língua em sua buceta de um jeitinho que ela adorava, colocava as mãos em minha cabeça, fechava as pernas, gemia bastante e bucetinha estava encharcada. Até que eu levantei e esfreguei meu pau no buceta dela “ela implorava para que eu colocasse, pegava nele e tentava colocar, porém eu não deixava. Gostava de fazer aquilo” Até que chegou a hora e coloquei meu pau na bucetinha molhada dela. Ela gemia de tesão, comecei devagarinho e fui ficando cada vez mas rápido “Quem é minha vadia e ela respondia Sou eu!, Quem é minha cachorra? Sou eu” ela apertava os lençóis com a mão e eu não parava de meter na bucetinha que ficava cada vez mas molhada. Coloquei ela de Quatro e comecei a fuder novamente “ela rebolava no meu pau” peguei nos cabelos dela e comecei a puxar, batia na banda dela, apertava aqueles seios. Ela ainda estava de quatro quando eu abri o banda dela e comecei a passar meu dedo no cu da minha cachorra, enfiei três dedos no cu dela e continuei metendo minha pica na bucetinha dela. “No começo ela fez cara feia, mas logo depois ela não deixava eu tirar” estava muito bom delicioso. Eu percebi que ela não estava mas aguentando meu pau “aliás já fazia bastante tempo que estávamos transando” então tirei da buceta dela e deixei meus dedos em seu cuzinho ela deitou na cama e começou a bater uma pra mim “aproveitei e enfiei mas um dedo no cu dela” não demorou muito para eu jorrar porra na cara dela.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir